Turismo na Islândia, a terra dos sonhos do “Turista de experiência”

Turismo na Islândia, a terra dos sonhos do “Turista de experiência”

No ano de 874 o norueguês Ingólfur Arnarson decidiu se mudar para uma ilha quase deserta, gelada e pouco conhecida pelo homem, uma decisão não muito boa para alguém em plena consciência, mas certamente foi a melhor decisão para o povo islandês atual, pois foi o pontapé para o nascimento da capital do país, a cidade de Reykjavík. A enorme ilha Islândia é a segunda maior da Europa, e fica localizada ao sul do Círculo Polar Ártico, sua alta atividade vulcânica faz dela a casa de muitos gêiseres, que expelem do solo água fervendo e vapor a uma altura maior que vinte metros, formando uma paisagem difícil de ser imaginada, com muita neve, lava petrificada, gelo, vapor e águas termais de um azul impressionante, que transportam os visitantes para outro planeta e formam o ambiente perfeito para os viajantes aventureiros viverem experiências de muita adrenalina, como também, de pura contemplação da natureza.

Nos últimos anos, vem crescendo o número de pessoas que buscam fazer viagens onde se vivam novas experiências e aventuras, onde haja interação com a cultura local, trata-se de um tipo de turista que prefere caminhar por horas, subir montanhas, cruzar riachos, passando frio, mas conseguir tirar fotos fantásticas durante o percurso, do que sentar em um café cheio de turistas, para descansar após a caminhada de três horas em algum shopping local. O turismo na Islândia é muito dedicado ao turista de experiência, aquele que busca viver o inusitado, e isso o país  certamente tem a oferecer. Nesse local incrível do planeta, conchecido como a “Terra do Fogo e do Gelo”, existem cavernas, glaciares, vulcões, lagoas, cachoeiras, mares e os fenômenos naturais Aurora Boreal e Sol da Meia Noite, para finalizar a relação dos seus inúmeros encantos.

As cavernas de gelo, conhecidas como Crystal Caves, se localizam abaixo do glaciar Jökulsárlón e são verdadeiras esculturas naturais, que parecem ser feitas de vidro azul brilhante, e encantam pela extrema beleza. No subterrâneo, também estão abertos à visitação os canais e crateras criados pela a lava que corria abaixo da superfície petrificada, as texturas e formas deixadas pelo magma fervente são impressionantes, causando a sensação de andar dentro das veias da terra.

A experiência de participar de um seminário sobre fotografia de natureza, durante a Aurora Boreal, com o acompanhamento de um professor especialista em fotos noturnas e de gelo, realmente é inesquecível, e possível, na Islândia. Ao dispor dos alunos, estão belezas naturais como as cachoeiras Gullfoss, Seljalandsfoss e Skogafoss, a praia vulcânica Vik e o conhecido Geysir, todos verdadeiros espetáculos da natureza, servindo de inspiração para os fotógrafos amadores durante as aulas.

Por fim, observar o Sol da Meia Noite de cima do glaciar Langjökull, em um trenó puxado por cães da raça Greenland Huskies, é um dos pontos altos da visita ao país para o turista que busca experiências. O sol que nunca se põe tem um sabor especial quando apreciado junto com a aventura de controlar pessoalmente a matilha de cães, algo realmente inesquecível para os aventureiros viajantes.

Anúncios