Dia ruim para Maria

20160730_163427

Dia ruim para Maria.

Ahhhhh eu tenho que escrever para estravazar essa raiva, essa mente cheia, lotada, pesada, com nuvens negras que jorram raios fortes, claros e certeiros.
Como alguém consegue mexer com outra pessoa assim? Sério, parece piada o quanto sou abalada com apenas um olhar esquisito ou uma opnião contrária. Mas a opnião contrária que tenho medo é a minha, a minha forma de ver em oposição a sua, e isso é um pecado, sempre foi um problema ir de encontro as suas opniões. Por vezes me fiz de idiota e me calei, concordando com algo que eu descordava profundamente, afinal, dormir bem e, especialmente, acordar bem, sempre foram melhores opções do que um quebra pau de bom dia.

Racismo, por exemplo, é normal para você, e isso nem te soa nojento. Esse é o pior aspecto em lidar contigo. Me calar para ter paz enquanto escuto mil “bobagens” (pesadas), é nada menos que FODA. Escutar você denegrir alguém como comentário para passar o tempo é extremamente desconfortável, mas não tanto quanto ver que isso faz você se sentir bem, de alguma forma bizarra. Você tem problemas.

Era isso que eu queria começar dizendo: “Você tem problemas”, e daí continuar a dizer tudo que penso e tento há tantos anos, mas é tanta mágoa flutuando na mente a atrapalhando a razão, que unir de uma forma coerente e breve tudo que mora aqui dentro, se tornou um tormento, inatingível.

Eu até tentei, sim, algumas vezes me arrisquei a falar como me sentia, mas suponho que minha falta de tato em lidar com situações de stress é basicamente absoluta, é provável que a culpa tenha sido minha de que tudo tenha virado uma super briga onde todos saíram machucados. É, eu sei, eu tenho problemas.

Perdida no meio de uma confusão mental , intrincada com a confusão mental de outros, onde absolutamente ninguém sabe como agir. Eis o meu status no facebook no momento, ou apenas “Um dia ruim “.